Autores

Sub-categorias

  • Janusz Korczak

    Médico por formação e educador por paixão, Korczak teve uma vida extraordinária de dedicação e amor às crianças. Henryk Goldszmit, seu verdadeiro nome, nasceu em Varsóvia, na Polônia. De família rica e judaica, estudou medicina em Paris e em Berlim. Preocupava-se com questões sociais de sua época, publicou artigos, escreveu em jornais sobre política e sociedade. Contudo, seguiu a carreira de médico e dedicou-se à Pediatria até os 34 anos, depois fundou um orfanato destinado às crianças pobres de Varsóvia. Korczak não aparece em livros de educação e apesar de conhecer o contexto educacional de sua época não se embebeu de nenhuma teoria, pelo contrário, sua própria prática foi alicerce de sua teoria. Considerado um precursor dos direitos da criança e do adolescente. Via a criança com um ser integral, cheio de vontades e sonhos, delicado e frágil. Seu chamado era para mães, pais, educadores para o olhar delicado sobre os pequeninos. Defendia claramente a autonomia infantil, a possibilidade da criança expressar suas ideias e ser gestora de si mesma. Morreu corajosamente no campo de concentração de Treblinka vítima do Holocausto. Janusz recebeu uma oferta para se salvar devido ao seu prestígio entre as autoridades nazistas, contudo, sua firmeza de caráter e seu amor incondicional pelas crianças o fizeram recusar prontamente, marchando com suas 200 crianças para a morte. Em 2007, a Editora Comenius publicou uma edição bilingue (português e esperanto) de uma das obras de Korczak: A sós com Deus - orações dos que não oram. 

  • Vários autores
  • Alessandro Cesar Bigheto

    Mestre em Filosofia, história e educação pela Universidade Estadual de Campinas (2006). É professor do ensino infantil ao ensino médio – Colégio Jean Piaget e Colégio Leonardo da Vinci -, professor de curso de Gradução do Centro Universitário Padre Anchieta e da Faculdade Barão de Jundiaí, e da pós-graduação da Universidade Santa Cecilia. Tem experiência na área de Educação, filosofia e temas afins, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia, ética, filosofia da educação, história da educação e tolerância religiosa. É autor de Eurípedes Barsanulfo, um educador de vanguarda na Primeira República (Editora Comenius), e coautor das obras Madre Teresa de Calcutá, a mulher que escolheu os pobres (Editora Comenius); Filosofia - construindo o pensar (Escala Educacional); e da coleção Jeitos de Crer e Todos os Jeitos de Crer (Editora Ática).

     

  • Luis Augusto Beraldi Colombo

    Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie. Mestre em Educação, Arte e Cultura pela Universidade Mackenzie. Designer. Diretor da empre Motiv. É autor do livro Comenius, educação e ciberespaço, publicado pela Editora Comenius.

  • Ana Szpiczkowski

    Ana Szpiczkowski tem graduação em Pedagogia com especialização em Orientação Educacional e Administração Escolar. Com vasta experiência em Educação, é Mestre em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutora em Semiótica e Linguística Geral pela Universidade de São Paulo. Atualmente atua como professora e orientadora de mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaicas da Universidade de São Paulo. É autora do livro Os órfãos de Korczak: vivências de uma educação transformadora, da Editora Comenius.

  • Eliane de Christo

    Eliane de Christo é jornalista, Mestre em Educação, Especialista em Psicologia Transpessoal. Atualmente cursa a faculdade de Psicologia.É mãe de Antônia, Clara e Sofia e se interessa pela busca da essência humana. Pela autora Comenius, publicou Anália Franco, a educadora e seu tempo.

  • Franklin Santana Santos

    Graduado em Medicina pela UFBA (Universidade Federal da Bahia), doutor em Medicina pela USP (Universidade de São Paulo) e pós-doutor em Psicogeriatria pelo Insituto Karolinska, na Suécia. Orientador da Disciplina de Emergências Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Pela Editora Comenius, organizou os três volumes da coleção A Arte de Morrer - visões plurais e o livro A Arte de Cuidar - Saúde, Espiritualidade e Educação.

  • Tomás Novelino

    Tomás Novelino (1901-2000), médico mineiro de Delfinópolis, foi discípulo de Anália Franco e Eurípedes Barsanulfo. Juntamente com sua esposa Maria Aparecida Rabelo Novelino, fundou a Fundação Educandário Pestalozzi, de Franca, e publicou a obra Escritos Espíritas - Uma militância pedagógica

  • Alysson Leandro Mascaro

    Professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Largo São Francisco - USP). Professor dos cursos de Mestrado e Doutorado em Direito Político e Econômico e da Graduação em Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo (1998). Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo (2002). Livre-Docente em Filosofia e Teoria Geral do Direito pela Universidade de São Paulo (2006). Membro do Conselho Pedagógico da Escola de Governo - USP. Foi o implantador e primeiro Coordenador de Graduação do Curso de Direito da Fundação Padre Albino. Autor, dentre outros livros, de Filosofia do Direito (Editora Atlas). Atua principalmente nos seguintes temas: direito, filosofia do direito, marxismo, Estado e cidadania. Pela Editora Comenius, publicou Cristianismo Libertador.

  • Maria Aparecida Rebêlo Novelino

    Maria Aparecida Rabelo Novelino (1914-1990) foi professora paulista de Cravinhos. Junto com o marido, Tomás Novelino, foi fundadora da Fundação Educandário Pestalozzi, de Franca. Pela Editora Comenius, publicou Escritos Espíritas - Uma militância pedagógica.

  • Rita Foelker

    Escritora, jornalista e mestre em filosofia, disciplina na qual se dedica principalmente aos seguintes temas: epistemologia; filosofia e história da ciência; educação. Trabalha como educadora voluntária. Realizou estudos em educação e psicologia como autodidata, tendo escrito livros infantis, romances e livros dirigidos a educadores. Instituições e escolas públicas e particulares adotam diversas de suas obras e a convidam para atividades com seus alunos. Trabalha como editora e coordenadora editorial. Pela Editora Comenius, publicou dois dos títulos da série Grandes Pessoas: Kepler e o bailado dos planetas e Dona Anália, a amiga das crianças.

  • Wallace Leal V. Rodrigues

    Wallace Leal Valentin Rodrigues (1924-1988) foi escritor, ator, diretor de cinema, nascido no Espírito Santo, mas radicado na cidade de Araraquara, interior de São Paulo. Espírita, atuou nas décadas de 1970 e 1980 como redator e editor da Revista Internacional de Espiritismo e de O Clarim. Pela Editora Comenius tem publicada a obra Breve história de Pestalozzi.

  • André Andrade Pereira

    Tem graduação em Ciência Econômicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001), mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (2004) e doutorado em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2009). É professor da UFF, no curso de Pedagogia. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Teoria Política e na área de Ciência da Religião, com ênfase em diálogo inter-religioso, estudos sobre espiritismo e educação e espiritualidade. Publicou pela Editora Comenius a coleção Pluralismo, que inclui os livros Espiritismo e Religiões: por uma teologia pluralistaEspiritismo e Budismo: por um diálogo entre Ocidente e Oriente e Espiritismo e Globalização: por uma civilização do amor.

  • Maria Montessori
  • Anasor

    Anasor, graduada pelo Instituto de Artes da Unesp, integra o time de ilustradores da série Grandes Pessoas, publicada pela Editora Comenius. O seu trabalho pode ser conferido nos títulos: Pestalozzi e a escola num castelo, Kepler e o bailado dos planetas e Madre Teresa de Calcutá, a mulher que escolheu os pobres.

  • Przemyslaw Grzybowski (Org.)

    Graduação em Pedagogia pela Escola Superior de Pedagogia de Bydgoszcz (Polônia). Mestre em Ciências Pedagógicas e Doutor em Ciências Humanas pela Faculdade de Educação Intercultural na Universidade de Białystok.

  • Dora Incontri

    Graduada em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero. Mestre e doutora em História e Filosofia da Educação pela USP (Universidade de São Paulo). Pós-doutora em Filosofia da Educação pela USP. Coordenadora geral da Associação Brasileira de Pedagogia Espírita e do Pampédia Educação. Diretora da Editora Comenius. Em São Paulo, coordena o Espaço Pampédia. Mais de trinta livros publicados com o tema de educação, espiritualidade, filosofia e espiritismo, pela Editora Comenius, Ática, Scipione, entre outros.

  • Priscila Grigoletto Nacarato

    Tem graduação em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1981), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (1995), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2008). Atualmente é Professora da Universidade Santa Cecilia. Atuando principalmente nos seguintes temas: Rousseau, História da educação, Formação de professores, Livro didático, Filosofia da educação. É tradutora de textos de Jean-Jacques Rousseau, reunidos na obra da Editora Comenius Rousseau - Ensaios Pedagógicos.

  • Jan Amos Comenius

    Jan Amos Comenius (1592-1670), educador tcheco da comunidade dos Irmãos Morávios, descendentes de Jan Hus, pacifista, ecumênico, tinha um projeto de educação universal - a pampaedia - de ensinar tudo a todos, numa escola que respeitasse a criatividade da criança e estimulasse a aprendizagem integral, para uma formação que fizesse o homem "o mais próximo da imagem de Deus, no qual foi criado". Em 2010, a Editora Comenius publicou uma das mais belas obras de Comenius: O Labirinto do Mundo e o Paraíso do Coração.

  • Carolina Ribeiro Seabra

    Psicóloga, Psico-oncologista pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. Especialista em Psicologia Hospitalar pelo Conselho Federal de Psicologia e especialista em Psicologia Médica pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Psicóloga Clínica em consultório privado e voluntária do Instituto da Mama (IMAMA) do Rio Grande do Sul. Pesquisadora voluntária do programa de Educação Continuada da Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS) no grupo de pesquisa do CNPq “Grupo de avaliação e atendimento em Psicologia Cognitiva” - Projeto PRONEX “Oncogenética: implementação de um núcleo de excelência para pesquisa no Hospital de Clínicas de Porto Alegre”. Junto com Karla Carbonari, é organizadora da obra Psico-oncologia: assistência humanizada e qualidade de vida, da Editora Comenius.

  • Cláudia Scatamacchia
  • J. H. Pestalozzi

    Educador suíço, nasceu em Zurique, filho de médico, perdeu o pai aos cinco anos de idade e foi educado pela mãe e pela governanta. Pestalozzi (1746-1827) cresceu acompanhando seu tio-avô em visitas aos pobres de sua cidade. Isso o influenciou na consolidação de seus ideais de justiça social. Discípulo de Rousseau, abordou as contradições reconhecidas pelo mestre entre a formação do indivíduo (liberdade) e a formação do cidadão (responsabilidade social) a partir de uma visão evolucionista da história, defendendo a liberdade humana e a educação como caminhos para uma sociedade melhor. Desenvolveu a teoria dos três estados – natural social e moral – entendidas como etapas do desenvolvimento da espécie humana. O estado natural seria o período da prevalência dos instintos, no qual a espécie humana se assemelha aos animais. O estado social é quando o homem se socializa ao viver com o outro e essa convivência limita suas ações, podando-lhe com regras, costumes e leis. O estado moral refere-se à ascensão das potencialidades humanas, é o despertar da essência divida no homem, no qual a sua própria consciência é a única lei necessária. Pestalozzi fundou orfanatos e escolas, abrigou, alimentou e educou crianças durante toda a sua vida. Mas sua grande experiência pedagógica foi no Instituto de Iverdon, na Suíça, ao qual se dedicou durante vinte anos. O instituto foi destaque na educação européia do século XIX, recebia visita de curiosos e ilustres pensadores de todas as partes do mundo. Pestalozzi defendia que a criança deveria ser educada integralmente a partir do equilíbrio entre três elementos – mãos, coração e cabeça. Propôs uma educação baseada na autonomia do educando, no ser que se autoconstrói e na predominância da lei do amor e da evolução sobre todas as outras.

  • Karla Carbonari

    Psicóloga, enfermeira e psico-oncologista. Professora Assistente da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ). Membro do Comitê de Ética em Pesquisa-CEP da FMJ. Professora Assistente do Núcleo de Medicina Social e de Família da Faculdade São Leopoldo Mandic. Mestre pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (FCM-UNICAMP). Especialista em Tanatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Coordenadora da equipe de Cuidados Paliativos da Clínica São Luckas. Membro do grupo de estudo e pesquisa cadastrado no CNPq “Comunicação em Enfermagem”. Membro do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Perdas e Luto - NIPPEL – EEUSP. Junto com Carolina Ribeiro Seabra, é organizadora da obraPsico-oncologia: assistência humanizada e qualidade de vida, da Editora Comenius.

  • Cleusa Beraldi Colombo

    Cleusa Beraldi Colombo (1937-1997), professora nascida em São Paulo, formada pelo Conservatório Musical de São Paulo, Socióloga pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, mestre em História pela PUC-SP. Autora da obra Ideias Sociais Espíritas, publicada pela Editora Comenius.

  • Samantha Lodi

    Samantha Lodi é paulista de Vargem Grande do Sul. Doutoranda em História da Educação pela FE-Unicamp e membro do Grupo de Estudos e Pesquisas "História, Sociedade e Educação no Brasil" (Histedbr), no qual realizou seu mestrado que deu origem ao livro Anália Franco, a educadora e seu tempo. É graduada em Comunicação Social pela Unesp e em História. Vice-presidente da Casa do Escritor e da União Brasileira dos Trovadores (UBT) Seção Mogi Guaçu e membro da Academia Guaçuana de Letras.

  • Lili Lungarezi

    Além de ser a criadora de muitas capas da Editora Comenius, Lili Lungarezi foi responsável pela arte de três títulos da série Grandes Pessoas: Gandhi, o homem da paz, Dona Anália, a amiga das crianças e O Moço do manto azul.

  • Kátia Del Giorno

    Kátia Del Giorno, é pedagoga, com experiência em educação infantil. Atualmente, faz pesquisas sobre a primeira infância e formação de educadores na Universidade Livre Pampédia. Como artista informal, iniciou um percurso investigativo e de experimentação no universo da ilustração infantil, sendo esse seu primeiro trabalho como ilustradora.

  • Eliane Sá

    Eliane Sá, 33 anos. Budista há 12 anos. Formada em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Já participou de três exposições de arte, com pinturas e desenhos, sendo duas coletivas e uma individual. Escreve poemas desde o fim da adolescência. O livro Sidarta Gautama - o iluminado é seu primeiro poema publicado e sua segunda ilustração. Anteriormente, havia ilustrado o livro "Bezerra de Menezes, o amigo do povo" junto com Maurício Zanolini. 

  • Luísa Módena Dutra
  • Viviane Ribeiro

    Viviane é educadora, facilitadora de processos de desenvolvimento humano e fundadora da TeApoio, uma empresa que existe para apoiar as pessoas a promoverem microrrevoluções em suas vidas (www.teapoio.com.br). Considera que a história de Mandela dialoga com seus ideais de igualdade e com a noção de que somos todos membros de uma grande família Universal, por essa razão quis escrever esse livro para inspirar crianças e jovens a construírem um mundo melhor.


Newsletter

CADASTRE-SE para receber as novidades da Editora Comenius